© 2019 ARCHIVO PLATFORM

  • b-facebook
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter Round

RESEARCH SEMINAR 

14/15 JUN 2019

Centro Português de Fotografia

REFRAMING

THE ARCHIVE

Image Counter Image

2019

14/15 JUN 2019  |  CENTRO PORTUGUÊS DE FOTOGRAFIA  |  PORTO

CRTISTINA BALDACCI  ·  JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO 

SUSANA DE SOUSA DIAS  ·  PAULO MENDES  

CATARINA SIMÃO  ·  MANUEL SANTOS MAIA 

ANA JANEIRO  ·  RAQUEL SCHEFER  

Archivo Platform is pleased to present the second edition of the seminar “REFRAMING THE ARCHIVE”, that will take place at the Portuguese Centre of Photography (CPF), in June 14 and 15.

REFRAMING THE ARCHIVE: Image Counter Image” aims to continue the discussion initiated in the first seminar (Image, Time, Memory, 2018), delving into the dynamics between visual culture, archive, memory, history and narrative, through collaboration with researchers and visual artists. This edition of the seminar will focus on the Portuguese historical past by approaching the imperial imaginary through events of the dictatorship and the colonial context. 

 

The seminar will open with a keynote speech by art historian Cristina Baldacci (Università Ca’ Foscari, Veneza), whose research work focus on the appropriation of the archive and atlas of images as artistic gestures and visual forms of knowledge. Artist José Maçãs de Carvalho will present his research and artistic practice, approaching the archive through its forms of mediation and representation. Artists Susana de Sousa Dias, Paulo Mendes, Catarina Simão and Manuel Santos Maia will contribute for a discussion of the national history and memory through their research based artistic practices, towards a critical approach of the real and construction of meaning.

 

The second day of the seminar will start with a live performance by artist Ana Janeiro in which she narrates the process of analysing and interpreting her family archive, and will continue with a film screening of works by Paulo Mendes, Catarina Simão, Raquel Schefer, and Susana de Sousa Dias.

 

A Plataforma Archivo tem o prazer de apresentar a 2ª edição do seminário "REENQUADRAR O ARQUIVO", que terá lugar no Centro Português de Fotografia (CPF), nos dias 14 e 15 de Junho.

 

REENQUADRAR O ARQUIVO: Imagem Contra Imagem” pretende dar continuidade à discussão iniciada no primeiro seminário (Imagem, Tempo, Memória, 2018), explorando as dinâmicas entre cultura visual, arquivo, memória, história e narrativa, com a colaboração de investigadores e artistas. Esta edição do seminário incidirá sobre o passado histórico português, através de uma aproximação ao imaginário imperial e eventos da ditadura e do contexto colonial.

 

O seminário terá início com uma palestra da historiadora de arte Cristina Baldacci (Università Ca’ Foscari, Veneza), cujo trabalho de investigação se centra na apropriação do arquivo e do atlas de imagens como gestos artísticos e formas visuais de conhecimento. O artista José Maçãs de Carvalho apresentará a sua investigação e prática artística, explorando as formas de mediação e representação do arquivo. Os/as artistas Susana de Sousa Dias, Paulo Mendes, Catarina Simão e Manuel Santos Maia estarão presentes para falar do seu trabalho, de cariz investigativo em relação à memória histórica nacional, contribuindo para uma abordagem crítica do real e da construção de sentido.

 

O segundo dia do seminário terá início com uma performance de Ana Janeiro, onde a artista narra os processos de análise e interpretação do seu arquivo familiar e, finalmente, será apresentado um film screening com os trabalhos de Paulo Mendes, Catarina Simão, Raquel Schefer, e Susana de Sousa Dias.

 

PROGRAMA | PROGRAM

 CENTRO PORTUGUÊS DA FOTOGRAFIA 

 SEXTA 14 | FRIDAY 14th 

 10h00  ABERTURA E REGISTO  | OPENING AND REGISTRATION

 10h20  WELCOME

 10h30  CRISTINA BALDACCI UNIVERSITÀ CA’ FOSCARI, VENICE 

O ARQUIVO ABERTO: respostas artísticas frente à história | THE OPEN ARCHIVE:  artistic responses to history

 11h15  FILM SCREENING  | FILIPA CÉSAR | The Embassy, 2011

 11h45  COFFEE BREAK

 12h00  JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO  VISUAL ARTIST / UNIVERSIDADE DE COIMBRA      

ARQUIVO E DISPOSITIVO | ARCHIVE AND APPARATUS

 12h30   DISCUSSÃO | DISCUSSION    Cristina Baldacci, José Maçãs de Carvalho, Ana Catarina Pinho (moderação / moderator)

           

 13h00  LUNCH BREAK

 14h00  INÍCIO DE SESSÃO  | START OF SESSION

 14h30  SUSANA DE SOUSA DIAS  VISUAL ARTIST      

ACELERAR-DESACELERAR: o tempo como revelador do arquivo | ACCELERATE-DECELERATE: time as a developer of the archive

 15h00  PAULO MENDES  VISUAL ARTIST      

S de Saudade

 15h30   DISCUSSÃO | DISCUSSION   Susana de Sousa Dias, Paulo Mendes, Ana Catarina Pinho (moderação / moderator)

 15h45  COFFEE BREAK

 16h00  CATARINA SIMÃO  VISUAL ARTIST      

O Selvagem Contra-ataca | The Savage Hits Back

 16h30  MANUEL SANTOS MAIA  VISUAL ARTIST      

ALHEAVA, para lá da memória conhecida | ALHEAVA, beyond known memory

 17h00   DISCUSSÃO | DISCUSSION   Catarina Simão, Manuel Santos Maia, Ana Catarina Pinho (moderação / moderator)

 17h30  FINAL DE SESSÃO  | END OF SESSION

 CENTRO PORTUGUÊS DA FOTOGRAFIA 

 SÁBADO 15 | SATURDAY 15th 

 15h00  ABERTURA E REGISTO  |  OPENING AND REGISTRATION

 15h20  WELCOME 

PERFORMANCE

 15h30  ANA JANEIRO  - The Archive is Present

Conversa com a artista | Conversation with the artist

 16h00  COFFEE BREAK

FILM SCREENING

 16h15  SCREENING  | RAQUEL SCHEFER | Avó (Muidumbe)

 16h30  SCREENING  | CATARINA SIMÃO | Mueda 79

 16h45  SCREENING  | PAULO MENDES | S de Saudade, Continuar Portugal (Secretaria Geral)

 17h00  COFFEE BREAK

 17h15  SCREENING  | SUSANA DE SOUSA DIAS | Natureza Morta

The Archive is Present investiga arquivos fotográficos e desenvolve interpretações dos mesmos através da performance e da fotografia, explorando questões de identidade.

 

Os álbuns de familia, pertencentes aos ascendentes maternos e paternos de Ana Janeiro, são representativos de um período histórico de Portugal (1940-75) marcado pelo colonialismo e por uma das mais longas ditaduras da História. O trabalho fotográfico baseia-se na análise das fotografias de ambas as famílias, focando-se especificamente nas duas avós como representativas de exemplos da vida das mulheres neste período histórico.

 

O trabalho apresentado consiste numa performance que narra o processo de análise de um arquivo e da sua interpretação através dessa performance.

The Archive is Present investigates family photographic archives and develops interpretations of these archives through performance photography, exploring the construction of identity.

 

Family albums belonging to the Janeiro’s maternal and paternal grandparents represent a period in Portugal’s past (1940–75) scarred by colonialism and one of the longest-lasting dictatorships in history. The photographic work is based on an analysis of the photographs in the two families’ albums, specifically images of the two grandmothers, as representative of two women’s lives during this period in history.

 

The work presented is a live performance which narrates the process of analysing an archive and interpreting it though performance.

PERFORMANCE

THE ARCHIVE IS PRESENT

ANA JANEIRO

FILM SCREENING

RAQUEL SCHEFER · CATARINA SIMÃO

PAULO MENDES · SUSANA DE SOUSA DIAS

 RAQUEL SCHEFER 

 AVÓ (MUIDUMBE)  

 PAULO MENDES 

 S de Saudade, Continuar  Portugal (Secretaria Geral) 

 CATARINA SIMÃO 

 MUEDA 1979 

 SUSANA DE SOUSA DIAS 

 NATUREZA MORTA 

 
 
 

CRISTINA BALDACCI

é historiadora de arte especializada em arte contemporânea. Actualmente é investigadora associada na Università Ca’ Foscari, Venice. OS seus interesses de investigação centram-se no archivo e atlas de images como gestos artísticos e formas visuais de conhecimento; apropriação, montagem, e “re-” práticas; teoria da imagem e cultura visual; escultura e instalação artística. É afiliada no ICI Berlin, onde foi bolseira entre 2016-18; convenor do “Re-” Interdisciplinary Network of the Centre for Research in the Arts, Social Sciences and Humanities na University of Cambridge; e membro do grupo de investigação Global Art Archive do Departemento de Historia del Arte, Universitat de Barcelona. É autora de Archivi impossibili. Un’ossessione dell’arte contemporanea (2016), uma monografia sobre o arquivo como prática artística.

JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO  

nasceu em Anadia, em 1960. Doutoramento em Arte Contemporânea - Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, em 2014; estudou Literatura nos anos 80 na Universidade de Coimbra e Gestão de Artes nos anos 90, em Macau onde trabalhou e viveu; Professor no Dep. de Arquitetura e no Colégio das Artes (Subdiretor) da Universidade de Coimbra. Em 2003 comissaria e projecta as exposições temporárias e permanente do Museu do Vinho da Bairrada, Anadia; em 2005 comissaria “My Own Private Pictures”, na Plataforma Revólver, no âmbito da LisboaPhoto. Nomeado para o prémio BESPhoto 2005 (2006, CCB, Lisboa) e para a “short-list” do prémio de fotografia Pictet Prix, na Suiça, em 2008. Expõe fotografia desde os anos 90 e vídeo desde 2000. Entre 2011 e 2017 realizou 7 exposições individuais em torno do tema da sua tese de doutoramento (arquivo e memória) e foi editado um livro (“Unpacking: a desire for the archive”) pela StolenBooks, em 2014. Em 2015, foi publicado um livro de fotografias suas, “Partir por todos os dias”, na Editora Amieira. Já em 2016, participa no livro “Asprela”, fotografia sobre o campus universitário do Porto, editado pela Scopio Editions e Esmae/IPP. Representado pela Galeria Carlos Carvalho, Lisboa.

SUSANA DE SOUSA DIAS 

doutorada em Belas-Artes, Audiovisuais (FBA-UL) e mestre em Estética e Filosofia da Arte (FL-UL). Estudou cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema. Os seus filmes têm sido exibidos internacionalmente em contexto artístico e cinematográfico, nomeadamente na Berlinale, Documenta (14), Viennale, BAFICI, Sarajevo IFF, Visions du Réel, Berkeley Art Museum & Pacific Film Archive, Harvard Film Archive, Arsenal Institut für Film und Videokunst, Museum of Contemporary Art of Ceará, Centre Pompidou, ICA London, La Colonie, Paris, MNAA, MNAC, etc. Recebeu vários prémios, entre os quais o Grand Prix Cinéma du Réel e o Prémio FIPRESCI pelo seu filme 48. Foi co-Directora do Doclisboa em 2012 e 2013 abrindo novas secções como Cinema de Urgência e Passagens (documentário & arte contemporânea). Lecciona na Universidade de Lisboa.

PAULO MENDES

artista plástico de formação, comissário de exposições e produtor de projectos culturais. Apresenta o seu trabalho individualmente e em colectivo desde o início da década de 90. Ao longo dos anos e enquanto artista plástico apresentou trabalhos no Museu de Serralves, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Museu do Neo-Realismo, Solar Galeria de Arte Cinemática, Museu do Chiado, Plataforma Revólver, Galeria ZDB, Culturgest, Galeria Quadrum, Galeria Nuno Centeno, Colégio das Artes, Centro Cultural Vila Flor (CCVF), Museu Berardo / CCB, Museu da Electricidade / Fundação EDP / MAAT, entre muitos outros espaços nacionais e internacionais. Ao longo de quase trinta anos de trabalho, participou em aproximadamente trezentos projectos expositivos e performativos, tendo comissariado e produzido mais de setenta exposições, independentes e institucionais, que marcaram o desenvolvimento do trabalho de uma nova geração de criadores e lhe proporcionaram um extenso conhecimento das práticas artísticas em Portugal. 

CATARINA SIMÃO  

é artista e investigadora e vive entre Lisboa e Maputo. Desde 2009 que o seu trabalho é apresentado internacionalmente em bienais de arte e museus, contribuindo também com conteúdos específicos em festivais de cinema, conferências e instituições académicas, tanto na Europa como em Moçambique. Actualmente, está a desenvolver um projecto com a Universidade Pedagógica (Nampula), que aborda histórica e criticamente a presença de arte Makonde em arquivos de imagem e museus com colecções coloniais.

MANUEL SANTOS MAIA 

nasceu em Nampula, Moçambique, em 1970. Vive e trabalha no Porto. Licenciado em Artes Plásticas - Pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Doutorando do Doutoramento em Artes Plásticas e  Artes Visuais “Modos de Conhecimento na Prática Artística Contemporânea” pela Universidade de Vigo. Expõe regularmente desde 1999. Em 1999 concebe projecto “alheava” que tem vindo a apresentar até ao presente ano. Contemplando diversas práticas artísticas, como a instalação, a fotografia, a pintura, o vídeo, a performance, o teatro e o som, as várias mostras têm sido apresentadas em diferentes países como Inglaterra, França, Estados Unidos da América, Bélgica, Espanha, Noruega, Macau e Argélia e em diversas cidades nacionais como Porto, Lisboa, Coimbra, Lagos, Oeiras, Guimarães, Braga, Tomar, Cascais, entre outras.

ANA JANEIRO 

Ana Janeiro usa o auto-retrato, a fotografia e a performance na sua pesquisa artística. Actualmente encontra-se a concluir o doutoramento no centro de investigação CREAM na Universidade de Westminster em Londres.  Tem o Bacharelato em Pintura da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, e o Master of Arts em Fotografia do Kent Institute of Art and Design, Reino Unido (actualmente UCA), Reino Unido. Presentemente é docente na Escola Superior de Comunicação Social em Lisboa. Está representada em diversas colecções privadas.

RAQUEL SCHEFER 

é investigadora, realizadora e programadora. Doutorada em Estudos Cinematográficos e Audiovisuais pela Universidade Sorbonne Nouvelle — Paris 3, é mestre em Cinema Documental pela Universidade del Cine de Buenos Aires e licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa. Publicou a obra “El Autorretrato en el Documental” (2008), na Argentina, bem como diversos capítulos de livros e artigos em Portugal e no estrangeiro. Foi Professora Assistente na Universidade Grenoble Alpes. Actualmente, é investigadora convidada na Universidade da Califórnia, Los Angeles, bolseira de pós-doutoramento da FCT no CEC/Universidade de Lisboa e na Universidade de Western Cape e co-editora da revista de teoria e história do cinema “La Furia Umana”.

ANA CATARINA PINHO

Licenciou-se em Arte e Comunicação e em Artes Plásticas na Escola Superior Artística do Porto (ESAP) e concluiu um Mestrado em Fotografia e Cinema Documental na ESMAE, IPP. Fundou, em 2012, a Plataforma Archivo, onde desenvolve um trabalho editorial sobre cultura visual. Foi Professora Assistente convidada no Instituto Politécnico do Porto e na Universidade de Coimbra entre 2013 e 2016. Actualmente, é bolseira de doutoramento da FCT, desenvolvendo a sua investigação no European Centre for Documentary Research, na Universidade de South Wales, no Reino Unido. É membro dos centros de investigação Global Art Archive (GAA) do Departamento de Historia del Arte, Universitat de Barcelona, e do Contemporary Art Studies (CASt) do Instituto de História da Arte, FCSH Universidade Nova de Lisboa.

 

is an art historian specialized in contemporary art, currently Senior Researcher at the Università Ca’ Foscari, Venice. Her research interests focus on the archive and atlas of images as artistic gestures and visual forms of knowledge; appropriation, montage, and “re-” practices; image theory and visual culture; sculpture and installation art. She is affiliated to the ICI Berlin, where she was a 2016-18 fellow; convenor of the “Re-” Interdisciplinary Network of the Centre for Research in the Arts, Social Sciences and Humanities at the University of Cambridge; and member of the research group Global Art Archive of the Departemento de Historia del Arte, Universitat de Barcelona. She is the author of Archivi impossibili. Un’ossessione dell’arte contemporanea (2016), a monograph on archiving as artistic practice.

 

Born in Anadia, Portugal, in 1960. After obtaining a first degree in Modern Languages and Literature (Coimbra University, Portugal), he completed a postgraduate course in Management of the Arts (Institute of European Studies in Macau, 1998) in Macau where he taught and lived from 1994 to 1999. He obtained a Phd in Contemporary Art at  Colégio das Artes, University of Coimbra, Portugal, in 2014. He teaches at the University of Coimbra, in the Architecture Department and Colégio das Artes (vice director). He was both curator and participant in the exhibition My own private pictures (Plataforma Revólver, LisbonPhoto Biennial, 2005), which lay at the origin of his nomination for the BES Photo Prize in 2005 (most important prize for photography in Portugal).In 2008 was shortlisted for the Pictet Prix (Suisse Bank Award for Photography). He´s been showing photography since the early 90s  and video since the 2000s.  A book, “Unpacking: a desire for the archive”, was published by StolenBooks. In 2015, a book of photographs, “Partir por todos os dias”, was published by Editora Amieira. In 2016 his photographic work about Oporto university campus was published on a book called “Aspela” by Scopio Editions and Oporto Polytechnic Institute. Represented by Galeria Carlos Carvalho, Lisbon.

 

holds a PhD in Fine Arts, Audiovisual (FBA-UL) and a Master’s degree in Aesthetics and Philosophy of Art (FL-UL). She studied cinema at the Escola Superior de Teatro e Cinema. Her films have been screened internationally in both artistic and cinematographic contexts, namely at the Berlinale, Documenta (14), Viennale, BAFICI, Sarajevo IFF, Visions du Réel, Berkeley Art Museum & Pacific Film Archive, Harvard Film Archive, Arsenal Institut für Film und Videokunst, Museum of Contemporary Art of Ceará, Center Pompidou, ICA London, Colonie, Paris, MNAA, MNAC, etc. She has received several awards, including the Grand Prix Cinéma du Réel and the FIPRESCI Prize for her film 48. She was co-director of Doclisboa in 2012 and 2013, opening new sections such as Cinema de Urgência and Passagens (documentary & contemporary art). She teaches at the University of Lisbon.

 

has a background in fine arts, is a curator of exhibitions and cultural projects director. Has been presenting his work individually and collectively e em colectivo since early 1990's. Ao longo dos anos e enquanto artista plástico showed his works at Museu de Serralves, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Museu do Neo-Realismo, Solar Galeria de Arte Cinemática, Museu do Chiado, Plataforma Revólver, Galeria ZDB, Culturgest, Galeria Quadrum, Galeria Nuno Centeno, Colégio das Artes, Centro Cultural Vila Flor (CCVF), Museu Berardo / CCB, Museu da Electricidade / Fundação EDP / MAAT, among many other national and international places. In the corse of nearly thirty years of practice, he has participated in over 300 exhibiting and performative and curated and produced over 70 exhibitions, both independent and institucional, that marked the work development of a new generation of artists, through which he developed a wide knowledge of the artistic practices in Portugal.

artist and researcher, lives between Lisbon and Maputo. Since 2009, her work is presented internationally in art biennials and museums, as well as contributions of specific contents in cinema festivals, conferences and academic institutions, both in Europe and in Mozambique. Is currently developing a project with Universidade Pedagógica (Nampula), that critically approaches history and the presence of Makonde art in visual archives and colonial collections from museums.

was born in Nampula, Mozambique, in 1970. Lives and works in Porto. Has a background in Fine Arts - Painting and is developing a PhD in Fine Arts and Visual Arts "Ways of Knowledge in Contemporary Art Practice", in Universidade de Vigo. Exhibits regularly since 1999. He developed the project “alheava” that has been presented since 1999. Through different artistic practices including installation, photography, painting, video, performance, theatre and sound, the several shows were presented internationally in England, France, USA ,Belgium, Spain, Norway, Macao, and Algeria, and nationally in Porto, Lisbon, Coimbra, Lagos, Oeiras, Guimarães, Braga, Tomar, Cascais, among others. 

 

 

 

Ana Janeiro uses self-portraiture and performance photography in her artistic research. Currently finishing a PhD at CREAM, University of Westminster, she studied Fine Arts at Universidade de Lisboa, and holds an MA in Photography from KIAD (now UCA). She is an Invited Associate Professor at the School of Communication and Media Studies of the Lisbon Polytechnic. She is represented in several art collections.

 

 

is a researcher, a filmmaker, and a film curator. She holds a Ph.D. in Film and Audiovisual Studies from the Sorbonne Nouvelle – Paris 3 University, a Master in Documentary Cinema from the University of Cinema of Buenos Aires, and a degree in Communication Sciences from the New University of Lisbon. She published the book “El Autorretrato en el Documental” (“Self-Portrait in Documentary”) in 2008, in Argentina, as well as several book chapters and articles. She was an Assistant Professor at the University of Grenoble Alpes. Currently, she is a Visiting Scholar at the University of California, Los Angeles, a post-doctoral FCT fellow at the CEC/University of Lisbon and the University of the Western Cape, and a co-editor of the quarterly of theory and history of cinema “La Furia Umana.” 

 

Holds a degree in Arts and Communication and in Fine Arts, from Escola Superior Artística do Porto (ESAP), and a Master degree in Documentary Cinema and Photography, at ESMAE, IPP. Founded Archivo Platform in 2012, developing editorial work around visual culture. Worked as an invited Assistant Professor at the Polytechnic Institute of Porto and at the University of Coimbra between 2013 and 2016. Is currently a fellow researcher of FCT, developing a PhD at the European Centre for Documentary Research, at the University of South Wales, in the United Kingdom. Is a member of the research groups Global Art Archive (GAA) from Departamento de Historia del Arte, Universitat de Barcelona, and Contemporary Art Studies (CASt) from Instituto de História da Arte, FCSH Universidade Nova de Lisboa.

 

ORGANIZAÇÃO & COORDENAÇÃO | ORGANIZATION & COORDINATION

ANA CATARINA PINHO

CONSULTORES | CONSULTANTS

DR. MARK DURDEN, MS. LISA BARNARD, DR. PAULA RIBEIRO LOBO

 

ASSISTENTES DO EVENTO | EVENT ASSISTANTS 

(production assistant) ANDRÉS PACHÓN

(final arts) TIAGO RESTIVO

(photography) FILIPA SAMPAIO

(seminar assistance) NATACHA PEREIRA

SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO | RESEARCH SEMINAR

14/15 JUN 2019  |  CENTRO PORTUGUÊS DE FOTOGRAFIA
 

O seminário REENQUADRAR O ARQUIVO integra as actividades de investigação desenvolvidas no âmbito do doutoramento de Ana Catarina Pinho, no European Centre for Documentary Research, na Universidade de South Wales, no Reino Unido. Doutoramento financiado pela FCT Portugal - Fundação para a Ciência e Tecnologia [SFRH/BD/115113/2016].

The seminar REFRAMING THE ARCHIVE is part of the PhD research activities developed by Ana Catarina Pinho, at the European Centre for Documentary Research, at the University of South Wales, United Kingdom. Doctoral project funded by FCT Portugal - Foundation for Science and Technology [SFRH/BD/115113/2016].